Criopreservação de Sêmen

Em situações de pacientes com câncer que serão submetidos à quimioterapia ou radioterapia, antes da realização de vasectomia, entre outras indicações, os espermatozoides podem ser criopreservados em nitrogênio líquido e, posteriormente, utilizados após descongelamento em reprodução assistida (inseminação ou fertilização in vitro).

Criopreservação de Óvulos

Com a técnica de vitrificação, a taxa de sucesso de sobrevivência ao procedimento proporciona índices de 95%. São muitas as vantagens para realização desse processo, principalmente em mulheres diagnosticadas com câncer, que irão submeter-se à quimioterapia; e em mulheres que queiram apenas preservar a fertilidade, podendo congelar seus óvulos quando ainda são jovens, para utilização no momento em que decidirem gestar, sem preocupação com a idade reprodutiva na ocasião.